HOME  

AS VOLTAS DA BOLA  

PONTAPÉ NA ATMOSFERA  

PASSA A BOLA  

BOLA EM JOGO  

MERCADO DE TRANSFERÊNCIAS  

sábado, 31 de maio de 2008
Que venha o Euro!

Portugal efectuou hoje o último teste antes do Euro 2008 e venceu a selecção da Geórgia por 2-0. João Moutinho apontou o primeiro golo estreando-se a marcar na selecção A. Ainda no primeiro tempo, Simão apontou de grande penalidade o segundo do jogo. No segundo tempo e com a equipa teoricamente suplente, Portugal dominou, mas não conseguiu ampliar a vantagem. Terminam assim os testes e o próximo jogo diante da Turquia no dia 7 de Junho será já a valer .

A equipa que iniciou a partida deverá ser a mesma que irá defrontar a Turquia no jogo inaugural do Euro 2008: Ricardo na baliza; Bosingwa, Pepe, Ricardo Carvalho e Paulo Ferreira na linha defensiva; Petit, Deco e João Moutinho no meio campo; Ronaldo e Simão nas alas e Nuno Gomes como ponta de lança.

Foi com a equipa inicial que a selecção foi mais produtiva, João Moutinho abriu caminho à vitória com um remate de fora da área fazendo também o seu primeiro golo na selecção principal. O jovem sportinguista era uma das dúvidas no onze de Scolari e o golo pode ter aberto definitivamente as portas da titularidade. Portugal embora não estivesse a praticar um futebol deslumbrante, dominava a partida e criava as melhores oportunidades de golo.

No segundo tempo, Scolari aproveitou por renovar a equipa quase na totalidade. Apenas Paulo Ferreira alinhou os 90 minutos, e onde os jogadores não utilizados foram apenas Rui Patrício e Jorge Ribeiro. A equipa do segundo tempo teve em Quaresma o jogador mais activo. O extremo do FC Porto teve nos pés o melhor momento do segundo tempo ao enviar com estrondo uma bola ao ferro da baliza.

Postiga e Hugo Almeida não conseguiram aproveitar as ocasiões para ampliar a vantagem e o jogo terminou mesmo com a vantagem conquistada no primeiro tempo. Teste positivo para a equipa das quinas que parte agora para Suíça, onde irá defrontar a Turquia no próximo dia 7, em Genebra.


Notas Mestres do Futebol:

Árbitro: Levi Meir (Israel) nota 3+
Scolari: nota 4
Treinador da Georgia: nota 4
Melhor em campo: João Moutinho
Diogo Sousa & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 20:35 | # este post | # Comentários de mestre (1)
Portugal afina a estratégia
Portugal defronta a Geórgia num particular que servirá de preparação à equipa de Luiz Felipe Scolari, a apenas uma semana de iniciar a campanha na fase final do Euro 2008. O seleccionador nacional deverá apresentar Moutinho no meio campo, fazendo companhia a Deco e Petit, com Ricardo a continuar dono da baliza em detrimento de Quim.

Na conferência de imprensa de antevisão ao último jogo antes do Euro, Scolari mostrou-se confiante numa boa participação, apesar de admitir que a equipa ainda não está a 100%: «A nossa Selecção ainda não está no ponto. Amanhã deverá jogar normalmente, ainda que não ao nível que desejamos. Mas vai subir gradualmente e certamente que dentro de uma semana estará em condições para o Euro-2008». Para o onze que irá iniciar a competição, Scolari apenas tem dúvidas no meio campo, entre Moutinho, Miguel Veloso e Raul Meireles: «Os três podem jogar. Já testei o Miguel Veloso e o Moutinho, mas o Raul Meireles tem trabalhado bem na equipa contrária. Pode ter uma oportunidade, de acordo com aquilo que vimos da Turquia, que já é uma equipa quase definida. Temos uma ideia do que eles apresentarão».

Para o confronto diante da Geórgia será Moutinho a iniciar o jogo, com Ricaro na baliza, atrás de um quarteto defensivo composto por Bosingwa, Pepe, R. Carvalho e Paulo Ferreira, no meio campo alinharão Petit, Moutinho e Deco, enquanto o ataque estará entregue a Ronaldo, Simão e ao capitão Nuno Gomes.

O futuro de Scolari também foi tema na conferência de imprensa, com o treinador brasileiro a recusar confirmar ou desmentir a sua continuidade: «Vou continuar a trabalhar até ao final do Euro-2008, esperando depois que as coisas aconteçam normalmente».

Etiquetas: ,

Diogo Sousa & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 13:40 | # este post | # Comentários de mestre (0)
sexta-feira, 30 de maio de 2008
RUMO AO EURO: Conheça os Estádios...

Faltando pouco mais de uma semana para se iniciar o UEFA EURO 2008, o ''MESTRES DO FUTEBOL'' apresenta-lhe uma rúbrica de nome «RUMO AO EURO» que tem por objectivo dar a conhecer tudo o que envolve a competição. Por isso apresentamos-lhe os estádios que vão acolher as 16 equipas, e respectivos adeptos, no torneio futebolístico mais importante do Velho Continente.



Ernst-Happel-Stadion

Descrição: O Ernst-Happel-Stadion, em Viena (Áustria), pertence à lista da Uefa dos estádios de cinco estrelas. É o maior estádio do país, com capacidade para 49.844 espectadores sentados. O estádio foi completamente renovado para o Euro2008 ficando com capacidade para 53.000 espectadores, indo assim ao encontro das últimas exigências em termos de tecnologia e infra-estruturas.

Este estádio, já foi o palco escolhido em 4 ocasiões para a realização da Final da Champions League em 1964, 1987, 1990 e 1995, e será neste estádio que se irá realizar a grande final do Euro 2008.

Calendário dos Jogos:
- 8 de Junho de 2008 - Áustria vs Croácia
- 12 de Junho de 2008 - Áustria vs Polónia
- 16 de Junho de 2008 - Áustria vs Alemanha
- 20 de Junho de 2008 - Vencedor do Grupo B vs Segundo do Grupo A
- 22 de Junho de 2008 - Vencedor do Grupo D vs Segundo do Grupo C
- 26 de Junho de 2008 - Meia Final
- 29 de Junho de 2008 - Final



Worthersee Stadion

Descrição: O Worthersee Stadion, em Klagenfurt (Áustria), foi um estádio construído de raiz para o Euro 2008. Começou a ser construído em 2002, tendo ficado pronto e inaugurado em 2007. O estádio tem capacidade para 30.000 lugares sentados e cobertos, tendo ainda um complexo desportivo, espaços de lazer e restaurantes. Este estádio, é actualmente o estádio do FC Austria Karnten.

Calendário dos Jogos:
- 8 de Junho de 2008 - Alemanha vs Polónia
- 12 de Junho de 2008 - Croácia vs Alemanha
- 16 de Junho de 2008 - Polónia vs Croácia



Stadion Salzburg Wals-Siezenheim

Descrição: O Stadion Salzburg Wals-Siezenheim, em Salzburg (Áustria), foi inaugurado em Março de 2003 inicialmente com uma capacidade para 18.686 espectadores. Foi então remodelado acerca de dois anos, passando então a ter 30.000 lugares cobertos, critério obrigatório para este estádio poder receber o Euro 2008. Na zona envolvente, esta infra-estrutura tem zonas de lazer como parques de diversão, restaurantes, entre outros.

Calendário dos Jogos:
- 10 de Junho de 2008 - Grécia vs Suécia
- 14 de Junho de 2008 - Grécia vs Rússia
- 18 de Junho de 2008 - Grécia vs Espanha



St. Jakob-Park

Descrição: O St. Jakob-Park, em Basileia (Suiça), foi inaugurado em 2001, tendo inicialmente capacidade para 33.343 espectadores. Este estádio é dotado de infraestruturas ultra modernas, como instrumentos de aproveitamento de energia solar, tendo ainda centros comerciais, um lar, e apartamentos incluídos num anexo do estádio. Em 2005, deu-se inicio às obras de remodelação do estádio, passando este a ter capacidade para 42.500 espectadores. Neste estádio joga o FC basel.

Calendário dos Jogos:
- 7 de Junho de 2008 - Suíça vs República Checa
- 11 de Junho de 2008 - Suíça vs Túrquia
- 15 de Junho de 2008 - Suíça vs PORTUGAL
- 19 de Junho de 2008 - Vencedor do Grupo A vs Segundo do Grupo B
- 21 de Junho de 2008 - Vencedor do Grupo D vs Segundo do Grupo C
- 25 de Junho de 2008 - Meia Final



Stade de Suisse Wankdorf

Descrição: O Stade de Suisse Wankdorf, em Berna (na Suiça), é um estádio novo e inaugurado em 2005. Mas no local onde foi construído este estádio, estava outro, que guarda na memória grandes jogos e grandes torneios como o Campeonato do Mundo, final da Taça dos clubes Campeões Europeus onde o Benfica derrotou o Barcelona, entre outros. Este estádio é multifuncional, totalmente coberto, e com uma capacidade para 32.000 pessoas. A cobertura do estádio é o local onde está instalado o maior sistema de fornecimento de energia solar do Mundo. No estádio e imediações existe ainda um centro comercial, um hotel e uma escola.

Calendário dos Jogos:
- 9 de Junho de 2008 - Holanda vs Itália
- 13 de Junho de 2008 - Holanda vs França
- 17 de Junho de 2008 - Holanda vs Roménia



Stade de Genève

Descrição: O Stade Genève, em Genève (na Suiça), foi inaugurado em Março de 2003. Este estádio moderno, situado perto da fronteira com a França, tem capacidade para cerca de 30.000 espectadores, foi construído com grande colaboração por parte da Uefa, tendo todo o conforto necessário para os espectadores. O estádio possui uma estação de comboios própria, um centro comercial, estúdios de televisão, um hotel e um centro cultural.

Calendário dos Jogos:
- 7 de Junho de 2008 - PORTUGAL vs Túrquia
- 11 de Junho de 2008 - República Checa vs PORTUGAL
- 15 de Junho de 2008 - Túrquia vs República Checa



Letzigrund Stadion

Descrição: O Letzigrung Stadion, em Zurique (na Suiça), foi inaugurado em Setembro de 2007. Trata-se de um edifício muito elegante, onde se destaca uma rampa coberta para o restaurante do estádio com uma bonita visão sobre o relvado. Tem capacidade para 30.000 espectadores, e é também utilizado para Atletismo e concertos.

Calendário dos Jogos:
- 9 de Junho de 2008 - Roménia vs França
- 13 de Junho de 2008 - Itália vs Roménia
- 17 de Junho de 2008 - França vs Itália



Stadion Tivoli NEU

Descrição: O Stadion Tivoli Neu, em Innsbruck (Áustria), está situado nas montanhas do Tirol. Este recinto começou a ser utilizado em 2000 após apenas 18 meses de construção, ficando com capacidade para 15.200 espectadores. No entanto, este estádio foi remodelado recentemente com vista ao Euro 2008. Foi construído um piso superior, passando então o recinto a oferecer melhores qualidades e ostentando uma capacidade superior a 30.000 lugares. Este recinto é multifuncional, podendo ser usado em concertos e outros grandes espectáculos. É a “casa” do FC Tirol Innsbruck.

Calendário dos Jogos:
- 10 de Junho de 2008 - Espanha vs Rússia
- 14 de Junho de 2008 - Suécia vs Espanha
- 18 de Junho de 2008 - Rússia vs Suécia

Etiquetas:

Pedro Magalhães & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 18:12 | # este post | # Comentários de mestre (0)
Miguel ou Bosingwa, Pepe ou Bruno Alves, Moutinho ou Veloso?
Parecem ser estas as dúvidas de Luiz Felipe Scolari quanto ao onze base da Selecção Nacional. O treino vespertino desta Quinta Feira centrou-se numa peladinha 11 x 11, com Scolari a utilizar a «espinha dorsal» que já tinha sido observada no treino de Tondela, com apenas 3 alterações. Miguel ocupou o lado direito da defesa, Bruno Alves substituiu Pepe ao lado de Ricardo Carvalho, e Miguel Veloso juntou-se a Deco e a Petit no meio campo, relegando João Moutinho para a equipa contrária.

Depois da fase de aquecimento, Scolari dividiu o grupo em dois, colocando com coletes amarelos a equipa que se pode rotular de titular. Na baliza Ricardo, quarteto defensivo com Miguel, Ricardo Carvalho, Bruno Alves e Paulo Ferreira. No meio campo Petit, Miguel Veloso, e Deco, ficando a frente de ataque entregue a Simão, Cristiano Ronaldo e Nuno Gomes.

Na equipa sem colete, alinharam Quim, Bosingwa, Pepe, Fernando Meira e Jorge Ribeiro; João Moutinho, Raul Meireles; Quaresma, Hélder Postiga, Hugo Almeida e Nani.

Ao «intervalo» Scolari procedeu a algumas trocas, tendo o treino sido interrompido para se dar atenção à marcação de livres directos, com Simão, Quaresma e Nani a fazerem golo, todos eles de belo efeito.

O jogo de Sábado frente à Geórgia pode dar novas pistas sobre as escolhas de Scolari, numa altura em que se percebe que há 3 lugares «vagos» no onze português.

Etiquetas: ,

Diogo Sousa & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 14:20 | # este post | # Comentários de mestre (1)
quinta-feira, 29 de maio de 2008
Paulo Assunção rescinde com o FC Porto
O médio brasileiro Paulo Assunção rescindiu com o FC Porto e já não vai jogar a presente temporada. A decisão foi avançada no site oficial do clube.

O FC Porto, no seu site oficial, emitiu o seguinte comunicado:

«O jogador Paulo Assunção informou a Administração da FC Porto – Futebol, SAD que põe termo, sem justa causa, ao contrato de trabalho desportivo que o liga a esta sociedade. Esta medida tem efeitos já no final da época em curso.

A comunicação de Paulo Assunção foi efectuada nos termos do Artigo 17º das «Regulations on the status and transfer of player», aprovadas pelo Comité Executivo da FIFA.»

O futuro de Assunção pode passar pela Fiorentina, de Itália, ou até pelo Benfica, como já foi avançado...

Etiquetas:

Pedro Magalhães & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 17:44 | # este post | # Comentários de mestre (0)
segunda-feira, 26 de maio de 2008
CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS: Falta gente aqui.
Contas fechadas e encerradas no que concerne ao ranking UEFA. Os grandes destaques são obviamente a ultrapassagem da Espanha pela Inglaterra, o que acontece ao fim de dez anos de domínio Ibérico, e a ascensão e confirmação da Rússia no sexto posto. São estes os grandes poderes da Europa para a viragem da década.

E aqui importa extrapolar um pouco para perceber que países são estes. Espanha, Inglaterra, Itália, França, Alemanha, Rússia. O que têm de especial? O que há aqui em comum? Uma coisa mais importante que todas: população.

As ligas mais fortes da Europa são, neste momento, também as mais populosas. E isto vai sendo uma tendência em crescendo. Ligas populosas implicam estádios cheios e receitas televisivas acrescidas. Como pode Portugal encher os seus estádios semana após semana, pulverizado por apenas três clubes e com uma população ínfima? Quem tem poder de compra e prioridade para tal? É inevitável pensar que um país com 5, 6,7 ou 8 vezes mais população que nós encha muito mais facilmente estádios. É um fenómeno físico quase natural. Os que não vão num fim-de-semana vão noutro. Mas o estádio continua cheio.

Em Portugal todo e qualquer adepto faz falta! Poderia ser este o adágio. E aqui não há volta a dar. A volta que tinha de ser dada Portugal já deu: compensar a falta de receitas provenientes das pessoas por consequências provenientes de mais pessoas, mas de outros mercados. O Brasil, com duzentos milhões de habitantes, um mercado barato e com ligações privilegiadas é a solução. Importamos jogadores, exportamos talentos milionários. A qualidade faz a diferença e com ela colmatamos a falta de matéria-prima. Em lugar de termos 1 talento por cada 1000, temos 20 talentos por cada 1000 (por hipótese). A população é a mesma, muda a concentração. E isto só é possível apostando na formação e na importação.

Quanto aos estádios, esses continuarão sempre vazios, até que sejamos mesmo muitos. Porque nem de graça os enchemos.

Etiquetas: , ,

Musicologo & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 01:46 | # este post | # Comentários de mestre (1)
domingo, 25 de maio de 2008
Quique Flores apresentado
Quique Flores assumiu um discurso ambicioso na sua apresentação como técnico do Benfica, mas garantiu que também vai ter a paciência necessária para alcançar os objectivos à altura do clube da Luz.

"Vamos ser exigentes, para defender os pergaminhos de uma equipa histórica. A partir daí vamos estar conscientes que queremos cumprir objectivos importantes, como já conseguiu o Benfica. Vamos ter ambição e a paciência necessárias para conseguirmos o máximo", afirmou o espanhol, nas suas primeiras palavras como treinador dos encarnados.

"Ter uma equipa competitiva e dar forma desportiva a essa equipa dentro de campo são motivos mais que suficientes para assinar pelo Benfica. Aos adeptos, prometo apenas trabalho. Não quero fazer promessas porque as palavras não são suficientes. Temos de ter êxito. Temos de ser muito ambiciosos, mas também coerentes. Isso é muito importante", acrescentou Quique, que assinou por 2 temporadas.

Etiquetas: ,

Diogo Sousa & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 14:22 | # este post | # Comentários de mestre (0)
sexta-feira, 23 de maio de 2008
Parabéns! 1º ano de vida
O blogue Mestres do Futebol foi criado no dia 24 de Maio de 2007, como tal completa agora 1 ano de existência, o blog foi fundando com o intuito de promover o Futebol. Notícias, review's semanais dos campeonatos nacionais e internacionais, artigos interessantes de opinião e mais, muito mais, é o que pode encontrar neste blogue.
Com 2 fundadores, Diogo Sousa e Pedro Magalhães, o Mestres do Futebol já foi reconhecido pela blogosfera ao ser nomeado Blog da Semana, pela FBF.
Actualmente o projecto conta com 7 colaboradores, 5 dos quais cronistas.

Em relação a novos projectos, o Mestres do Futebol lançou o MF Podcast, mas que actualmente se encontra suspenso, devido ao terminar da época.
Para além deste MF Podcast ainda não surgiram novas ideias, pelo que dentro em breve o blogue deverá alterar um pouco da sua logística, porém nada que altere o esquema do projecto...

Continue ligado aos Mestres do Futebol, um projecto ganhador desde o 1º minuto.

Como slogan escolhemos: Aqui só respiras Futebol

MESTRES DO FUTEBOL - AQUI SÓ RESPIRAS FUTEBOL

Etiquetas:

Diogo Sousa & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 19:10 | # este post | # Comentários de mestre (2)
quinta-feira, 22 de maio de 2008
Manchester United conquista Liga dos Campeões






O Manchester United conquistou a Liga dos Campeões, após ter derrotado o Chelsea por 6-5 nas grandes penalidades, depois de o jogo ter terminado empatado (1-1). Cristiano Ronaldo esteve no melhor ao fazer o golo da sua equipa e foi infeliz ao falhar a grande penalidade.

O Manchester United entrou em jogo muito melhor do que o adversário e dominou a primeira parte. Logo aos 15 minutos Cristiano Ronaldo criou a primeira ocasião de perigo, após uma iniciativa individual em que deixou Essien para trás e cruzou para a área do Chelsea. Aos 26 minutos, os «red devils» inauguraram o marcador. Wes Brown cruzou para a área e Cristiano Ronaldo, de cabeça, fez o golo.

O golo desorientou os jogadores do Chelsea e nesta altura o Manchester United podia ter resolvido o jogo. Primeiro foi Tevez e Carrick a estarem muito perto de marcarem. Perto do intervalo o avançado argentino, Carlo Tevez, dispôs da segunda ocasião, só que não conseguiu fazer o desvio, isto quando Cech já estava batido.

Como o futebol não perdoa a falta de eficácia de uma equipa, o Chelsea, aos 45 minutos empatou a partida, Essien rematou de fora da área, a bola embateu em dois jogadores e ficou à mercê de Lampard, que não teve problemas em empatar o jogo.

Na segunda parte o jogo mudou por completo, com o Chelsea a controlar a partida e a criar excelentes oportunidades para marcar. Com especial destaque para um remate fenomenal de Drogba, que embateu violentamente no poste. Só que como o jogo não ficou decidido no tempo regulamentar, foi necessário recorrer ao prolongamento, onde os pupilos de Avram Grant podiam ter ganho. Logo aos 93 minutos, Lampard na área rematou contra a barra e deixou escapar a vitória.

Nas grandes penalidades o Chelsea voltou a estar muito perto da vitória, especialmente após Cristiano Ronaldo ter falhado a sua grande penalidade. No entanto, é necessário lembrar que o futebol é feito de surpresas e o «capitão» John Terry, quando foi a fazer o remate que valia a vitória, escorregou e falhou o alvo. Na segunda série de grandes penalidades, o avançado Anelka também permitiu a defesa de Van der Sar e o Manchester United conquistou a Liga dos Campeões.


RESUMO DO JOGO:
(no title) -

ENTREVISTAS E FESTEJOS:


---

ESTATÍSTICAS LIGA DOS CAMPEÕES:

Etiquetas: , ,

Pedro Magalhães & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 13:44 | # este post | # Comentários de mestre (0)
terça-feira, 20 de maio de 2008
Os 10 jogadores mais pretendidos do mundo

Numa altura em que se aproxima o Euro 2008, onde vários jogadores terão oportunidade de mostrar a sua confirmada qualidade como Cristiano Ronaldo, Fábregas ou Fernando Torres, os Mestres do Futebol, em parceria com o site Futebol Finance dá-lhe os 10 jogadores mais pretendidos do mundo.

De destacar os 3 jogadores do Barcelona na lista.


OS 10 JOGADORES MAIS PRETENDIDOS DO MUNDO:

Cristiano Ronaldo - 22 anos - Avançado - Manchester Utd - 90.000.000€
Ricardo Kaká - 26 anos - Avançado - AC Milan - 75.000.000€
Lionel Messi - 20 anos - Médio - FC Barcelona - 60.000.000€
Ronaldinho Gaúcho - 28 anos Médio - FC Barcelona - 55.000.000€
Samuel Eto´O - 27 anos - Avançado - FC Barcelona - 45.000.000€
Fernando Torres - 24 anos - Avançado - Liverpool FC - 45.000.000€
Wayne Rooney - 22 anos - Avançado - Manchester Utd - 40.000.000€
Zlatan Ibrahimovic - 26 anos - Avançado - Internazionale - 38.000.000
Cesc Fábregas - 21 anos - Médio - Arsenal FC - 38.000.000€
Steven Gerrard - 27 anos - Médio - Liverpool FC - 38.000.000€

Etiquetas:

Pedro Magalhães & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 19:50 | # este post | # Comentários de mestre (2)
segunda-feira, 19 de maio de 2008
Geromel deixa para trás Lisandro na eleição de Jogador Modelo
Na votação levada a cabo pelo site da Liga de Clubes para eleger o Jogador Modelo, o defesa do Vit. Guimarães, Geromel, arrecadou o prémio. Para trás ficaram Lisandro Lopez e Lucho Gonzales do FC Porto.

A cereja no topo do bolo. É esta a frase que descreve a eleição de Geromel como Jogador Modelo, eleição que premeia a excelente temporada do jovem defesa brasileiro.

Algo surpreendente, a votação deixou Lisandro Lopez como segundo classificado e o seu compatriota Lucho em último no pódio.


Miguel Ângelo arrecada prémio na Liga Vitalis...

O segundo escalão do futebol português também teve direito a nomeação. Aqui, foi Miguel Ângelo a levar a melhor, numa eleição, no mínimo, estranha, tendo em vista que o defesa actua no Portimonense, equipa que lutou quase até á última jornada para não descer.

O pódio completa-se com outros dois jogadores que pouco deram nas vistas na Liga de Honra: Diogo, do Freamunde, e Emídio, também do Portimonense.


Veja, com os Mestres do Futebol, o «Top Ten» de ambas as ligas:

Bwin Liga
1. Geromel (V. Guimarães), 4792
2. Lisandro (FC Porto), 4343
3. Lucho (FC Porto), 2791
4. Flávio Meireles (V. Guimarães), 1895
5. Rui Costa (Benfica), 1635
6. João Moutinho (Sporting), 982
7. Quaresma (FC Porto), 926
8. Ghilas (V. Guimarães), 760
9. Beto (Leixões), 643
10. Desmarets (V. Guimarães), 614

Liga Vitalis
1. Miguel Ângelo (Portimonense), 8934
2. Diogo (Freamunde), 6218
3. Emídio (Portimonense), 3931
4. Mário Felgueiras (Portimonense), 2636
5. Hermes (Gil Vicente), 1702
6. Cuco (Freamunde), 1501
7. Vouho (Portimonense), 1032
8. Maciel (Gil Vicente), 821
9. Ricardo Nascimento (Trofense), 727
10. Zezinho (Gil Vicente), 685

Etiquetas: , ,

Pedro Magalhães & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 19:01 | # este post | # Comentários de mestre (1)
CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS: Superstições, azares ou a criação das bruxas para a fogueira
No futebol há uma tendência para a crucificação. Se algo pode correr mal e já sabemos à partida porque vai correr mal, então temos um culpado, é só enterrá-lo. E depois não há redenção possível, um homem, um profissional está condenado a penar para sempre pelos distritais, ou então, quem sabe, ter-se de dedicar a outra coisa qualquer, porque dado como incompetente.

Talvez tenham o direito de vir para cima de mim agora, mas a verdade é que não faço a mínima ideia onde anda a treinar o Luís Campos. Será que ainda treina? Depois do que aconteceu a este senhor, que invariavelmente apresentava resultados lastimosos e desceu duas equipas de divisão consecutivamente, qualquer hipótese no futebol português de primeira ficou queimada.

Terá sido pura incompetência ou mero azar? O que acontece a certas pessoas? O que aconteceu a José Couceiro, um rapaz que até era bom gestor no Alverca, que desde que decidiu ser treinador afundou-se em tudo quanto é lado e, mais, levou o Alverca com ele para a extinção? Maldição? Praga? Bruxas?

E o caso de hoje, na taça, foi mais um.
Após a bela temporada do Porto, quando este chegou a Gelsenkierchen para jogar contra o Shalke04, e o Mister Jesualdo resolveu inventar e pôr o João Paulo em campo, logo se percebeu que o caldo estava entornado. Não pelo João Paulo em si, que nada tinha contra ele, mas pela deturpação de todo um esquema que até estava a dar relativo sucesso até então. Foi a derrota miserável que se viu, frente a uma modesta equipa.

Pode ter sido todo um conjunto de factores. Mas o que me ficou na retina foi: João Paulo. A peça que não pertencia àquele esquema e que entrou ali. Eis um bode expiatório. Hoje na taça mal vi o onze inicial e vi ali o João Paulo, juro-vos. Só pensei: «Isto vai sair mal, vai dar para o torto, e já se está a ver porquê! Este tipo vai fazer asneira e da grande!».

Oxalá estivesse equivocado, mas parece que se pode correr mal corre mesmo. Não só o Porto apareceu descomprimido e patético como a nódoa caiu onde inevitavelmente tinha de cair: no João Paulo e no seu cartão vermelho directo. Eis um jogador marcado para todo o sempre e para a eternidade pela negativa. Uma crucificação das antigas. O homem até pode ter menos culpa do que parece, o homem até pode ser bom jogador, mas tenham lá paciência: jogo onde o tornarem a pôr em campo é jogo que todos vamos ficar «Ok, lá vai isto dar para o torto!». E agora?

Podeis não acreditar em bruxas, mas o futebol sabe criá-las e bem.

Etiquetas: , , , , ,

Musicologo & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 02:30 | # este post | # Comentários de mestre (0)
domingo, 18 de maio de 2008
A Taça é do Sporting!





O Sporting revalida a Taça de Portugal, ao vencer o FC Porto por 2-0, no Estádio Nacional. O avançado Tiuí resolveu o jogo ao marcar os dois golos «leoninos».

O ambiente frenético que antecedia o jogo, no Jamor, dava o mote para um bom espectáculo de futebol. Estádio cheio, claques das duas equipas em sintonia, tudo perfeito para a final perfeita.

O FC Porto, de Jesualdo Ferreira, teria, obrigatoriamente, de mudar a sua forma de actuar. A ausência de Bosingwa obrigava os «dragões» a jogar um futebol menos ofensivo. Para colmatar a saída, o «mister» do Porto, colocou João Paulo, que acabou expulso.
Outra das alterações, na equipa portista, foi a entrada de Mariano Gonzalez no «onze» titular, em detrimento de Tarik. O argentino equilibra mais a equipa em termos defensivos e foi essa a razão da titularidade.

No lado do Sporting, esperava-se o «onze» dos últimos encontros. A confirmada ausência de Liedson abria espaço para a dupla Yannick\Vukcevic, mas tal não aconteceu. Paulo Bento optou pelo experiente Derlei.

Com as equipas consumadas começava o encontro e começava a má entrada do campeão. O Porto pareceu irreconhecível nos primeiros instantes de jogo. Desconcentrada, a equipa deu muitas bolas ao adversário e o nervosismo, resultado da pouca competição nas últimas semanas, era evidente.

Por outro lado, o Sporting mostrava ser a melhor equipa. Aos 4', Derlei esteve bastante perto de marcar, ao rematar cruzado, numa grande intervenção de Nuno. De novo por intermédio de Derlei, aos 17', os «leões» criaram perigo. O avançado brasileiro, numa grande jogada de insistência, obrigou Nuno a duas grandes defesas.

Ao minuto 34, o Porto criou a primeira grande oportunidade de perigo. Lisandro Lopez, isolado após excelente jogada individual de Mariano, remata para uma grande mancha do guarda-redes «leonino», Rui Patrício.
No fecho da primeira parte, golo anulado ao Sporting, por alegado fora-de-jogo de Romagnoli. Através das imagens televisivas comprova-se que o golo foi mal anulado. Assim terminava a primeira parte, com sinal mais do Sporting.

A segunda metade começou de uma maneira diferente da segunda, ou seja, de uma forma bem menos desvairada...
Aos 57', Miguel Veloso tenta o canto directo mas Nuno, atento, envia a bola de novo para canto.

Faltavam 20 minutos para o final quando se deu um dos grandes momentos do jogo. João Paulo, com uma entrada a pés juntos sobre João Moutinho, recebe ordem de expulsão. Uma boa decisão de Olegário Benquarença. Na sequência da expulsão, uma grande confusão em redor do árbitro, mas sem quaisquer problemas.
A etapa regulamentar terminava, com empate a zero.

Na entrada para o prolongamento, entrava também Rodrigo Tiuí, o herói do jogo. Antes dos golos, há uma alegada falta de Polga sobre Lisandro, que o árbitro deixou passar. No mesmo minuto, o brasileiro Tiuí, concretiza o primeiro golo do jogo. A bola chega ao avançado na direita do ataque e Tiuí remata cruzado para o golo dos leões.
Seis minutos depois, o mesmo Tiuí , num pontapé acrobático, fecha as contas do jogo.

O Sporting revalida assim o troféu da Taça de Portugal, garatindo a 15ª para o seu historial. Quanto ao FC Porto, têm agora de se lamentar, por não atingir a dobradinha...


Notas Mestres do Futebol:

Melhor em campo: Rodrigo Tiuí
Melhor do Porto: Nuno - nota 4
Paulo Bento: nota 4
Jesualdo Ferreira: nota 3
Olegário Benquarença (árbitro da partida): nota 2

Etiquetas: , ,

Pedro Magalhães & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 20:06 | # este post | # Comentários de mestre (0)
A festa do Jamor
Sporting e FC Porto disputam no Jamor a final da Taça de Portugal (17h00, SIC), terminando assim a época da mesma forma como começaram. Com o Sporting a procurar vencer a competição pelo segundo ano consecutivo, o FC Porto vai tentar conquistar a «dobradinha» e procurando também igualar o Sporting no número total de troféus conquistados. Os grandes ausentes deste jogo são, pelo lado do Sporting, Liedson e Bosingwa pelo lado do FC Porto.

Nesta que é a segunda final consecutiva do Sporting na Taça de Portugal, os leoninos têm a hipótese de conquistarem o bis na competição, o que levaria Paulo Bento a ganhar um lugar no lote de treinadores que conquistaram o troféu em duas épocas consecutivas. Ciente disso, Paulo Bento admitiu que o favoritismo está do lado FC Porto, mas que o Sporting tudo fará para contrariar esse favoritismo.

Mas na conferência de imprensa de antevisão ao jogo, Paulo Bento declarou que «Em termos do que vai da Supertaça até ao jogo de amanhã houve percursos diferentes nas mais diversas competições em que as duas equipas tiveram. Não me parece que esse trajecto das equipas, em qualquer uma das competições, vai ter influência no jogo de amanhã». Na opinião de Paulo Bento o jogo vai ser equilibrado, com o Sporting a entrar com «uma determinação e vontade muito grande em defender um troféu que conquistou. Nos últimos anos foi o primeiro troféu do Sporting, o primeiro que conquistámos juntos e o primeiro para muitos jogadores que estão no plantel. Isso serve de tónico de confiança, sabendo que do outro lado vai estar uma grande equipa. É o campeão nacional mas, como disse, também não é esse factor que vai ter grande importância no jogo de amanhã. Vai ter sim a organização, a competitividade e depois, claro, o talento que num jogo equilibrado pode decidir».
Para o FC Porto o grande objectivo é a conquista da «dobradinha», para juntar ao campeonato já conquistado a vitória na Taça de Portugal. Para tal, Jesualdo Ferreira promete um FC Porto a lutar pela vitória até ao limite, mas sem nunca assumir o favoritismo. «Numa final não há favoritos, mas sim duas equipas decididas a ganhar. É um jogo completamente diferente dos anteriores. O primeiro foi uma Supertaça, um jogo com cariz semelhante a este, depois no Dragão e em Alvalade, para a Liga. Os momentos são diferentes, é tudo diferente», referiu o técnico. «Vamos jogar para os adeptos que vão fazer uma grande distância e também para os outros espalhados um pouco por todo o País», frisou, garantindo que os jogadores terão de «ultrapassar a fadiga de jogos acumulados há muitos meses».

Em relação à ausência de Bosingwa, Jesualdo Ferreira foi taxativo: «Não foi uma imposição do Chelsea nem uma decisão exclusiva minha. Foi uma decisão tomada em função de um quadro que se apresentou de repente e que obrigava a tomar posições equilibradas, respeitando os interesses do FC Porto, do Chelsea e o clima emocional do Bosingwa». O técnico também garantiu que a equipa está tranquila com o facto do possível afastamento da Liga dos Campeões. «Quanto mais as dificuldades aumentam, mais forte é. Agora surgiu isto e nós vamos continuando a viver, tranquilamente, com a nossa disposição, de que quanto mais as dificuldades aumentam mais fortes somos"afirmou.

Com arbitragem de Olegário Benquerença, as duas equipas vão defrontar-se no Estádio Nacional, onde se espera que haja a verdadeira festa da Taça.

Etiquetas: , ,

Diogo Sousa & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 13:16 | # este post | # Comentários de mestre (0)
sábado, 17 de maio de 2008
FA CUP: Portsmouth leva a taça!



O Portsmouth é o vencedor da Taça de Inglaterra 2007/2008, ao bater, no Estádio de Wembley, o Cardiff City por 1-0. Os «pompey» chegaram á vantagem a partir do minuto 37, com golo de Kanu, e sucedem o Chelsea na 126ª edição do título.

O avançado nigeriano tinha falhado uma oportunidade soberana, após uma finta genial, mas redimiu-se pouco depois, colocando o Portsmouth em vantagem no marcador.

O Cardiff, onde alinha o veterano Jimmy Floid Hasselbaink, ainda tentou respondeu e chegou a introduzir a bola na baliza adversária, mas o lance foi anulado, já em período de descontos da primeira parte.

Na etapa complementar, a pressão da formação galesa intensificou a pressão, mas não conseguiu bater o experiente David James. Pedro Mendes foi substituído nos segundos quarenta e cinco minutos, mas comemorou a conquista de forma efusiva, levantando o troféu.

Após terminar a Premier League na oitava posição, o clube de Pedro Mendes, que eliminou da prova, entre outras equipas, o Manchester United de Cristiano Ronaldo e Nani, garantiu assim um lugar na Taça UEFA. Esta é a segunda Taça de Inglaterra da história do clube.

Já o Cardiff, clube do País de Gales, que terminou na 12.ª posição no Champioship, «morreu na praia» depois de ter deixado pelo caminho Middlesbrough e Barnsley, que afastou Chelsea e Liverpool.

Etiquetas:

Pedro Magalhães & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 17:21 | # este post | # Comentários de mestre (0)
quarta-feira, 14 de maio de 2008
Zenit conquista a Taça Uefa



O Zenit conquistou a Taça UEFA batendo a equipa escocesa do Glasgow Rangers por 2-0, num jogo rodeado por um grande ambiente em Manchester. A equipa russa completa assim da melhor forma uma caminhada histórica nesta competição, conquistando pela primeira vez um troféu europeu para o seu historial. Os golos foram apontados por Denisov (aos 72 minutos) e por Konstantin Zyryanov (aos 93 minutos). O Glasgow Rangers, que não mudou em nada a sua forma de jogar, não teve qualidade suficiente para derrotar um adversário que sempre procurou o resultado.


Tal como o esperado o Zenit entrou em campo decidido em tomar conta do jogo, previlegiando a posse de bola enquanto que os escoceses iniciaram a partida como sempre o fizeram nesta competição, equipa recuada e com as linhas bastante próximas umas das outras, esperando sempre pelo erro do adversário. Com a equipa russa a tomar as rédeas do jogo, o Rangers ia apostando tudo nos ataques rápidos e sempre com Darcheville como referência. Contudo era claro que o Zenit era a equipa que mais procurava o golo e ia pressionando o adversário dando ideia que o Rangers não se importava nada com o monopólio do meio-campo conseguido pelos russos. O grande número de escoceses que se deslocaram a Manchester ia celebrando até os lançamentos de linha lateral, conferindo ao jogo um grande ambiente. Foi nesta toada que o intervalo chegou e as equipas foram para os balneários com desgastes diferentes.


Na segunda parte tudo se manteve, e o Zenit realizava todas as despesas do jogo com o Rangers a nao mexer nem um pouco na sua táctica e na sua filosofia. O Rangers estava a conseguir fazer o tipo de jogo que o levou até à final de Manchester, com a equipa bastante organizada na sua defensiva, um meio-campo que defendia muito perto da linha de defesa e com Darcheville sozinho na frente. Pelo seu lado no Zenit o destaque vai para o número 10 da equipa, Andrey Arshavin, que era quem comandava o jogo russo.À medida que o tempo passava ficava a ideia que esta final ia decidir-se num erro ou num golpe de sorte de uma das duas equipas. Quando faltavam 25 minutos para o final iniciou-se os melhores momentos da final. Nesse minuto, Arshavin isola-se, evita a saída do guardião escocês mas o seu remate é cortado em cima da linha de golo por Papac.

Aos 72 minutos o Zenit chega ao tão merecido golo, com Denisov a ganhar uma bola no meio-campo e deixa bola para Arshavin, que executa um grande passe para Denisov, que surge diante do guarda-redes adversário e aponta o golo para os russos.Com o golo sofrido o técnico escocês arrisca tudo e muda a táctica de jogo para um estilo mais directo e mais britânico. Claro que este tipo de jogo beneficiava a boa técnica dos russos que sempre que podiam iam conseguindo criar perigo junto da defensiva contrária. Os últimos minutos foram de autêntico desespero para a equipa escocesa e também de muito sofrimento para os russos que iam tentando segurar o resultado até ao fim.Qunado se pensava que estava encontrado o resultado final, no último minuto do tempo de descontos dados pelo árbitro, o Zenit chega ao segundo golo por intermédio de Zyryanov, aproveitando a desorganização da equipa escocesa.

O Zenit fazia assim história conquistando assim pela primeira vez na sua história um troféu europeu, num jogo em que foi a melhor equipa no relvado fazendo assim por merecer a glória conquistada.



Etiquetas: , ,

Diogo Sousa & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 21:43 | # este post | # Comentários de mestre (4)
Actualização do futebol nacional: LÉO RENOVA!
Léo renova com o Benfica por duas épocas. Quem o diz é o site online MaisFutebol que avança com um acordo concluído nesta quarta-feira. Fique atendo, mais informação já a seguir...

Sven Goran-Eriksson está totalmente excluído da hipótese de vir treinar o Benfica. O novo director desportivo «encarnado», Rui Costa, deu o prazo de resposta até terça-feira. O técnico sueco não respondeu, tendo partido para a Tailândia em digressão com o Manchester City, sendo provável que continue no clube actual por mais uma época.
Segundo a imprensa espanhola, Quique Flores é agora o alvo do Benfica para o cargo de treinador.

No FC Porto, falamos de uma potencial contratação. Tomaz Costa é médio -posição 8- de nacionalidade argentina e joga no Rosário Central. Segundo a imprensa do país sul-americano, o acordo entre os clubes por Tomy, conforme é conhecido, ronda os 3,3 milhões de euros e a duração do contrato é de 5 anos. O argentino, com 23 primaveras completadas,está no Rosário, como titular indiscutível, há 3 épocas tendo feito toda a formação no clube.

Fabio Rochemback está de regresso ao Sporting. O brasileiro já fez os exames médicos e assinou contrato por 3 épocas. ''Roca'' vêm a custo zero e torna-se a primeira aquisição «leonina» da época 2008/2009.
Entretanto, Tiago e Abel renovaram os contratos por uma e três épocas respectivamente.

Com a saída de Carlos Carvalhal para a Grécia, o V. Setúbal está em busca de um substituto á altura e Daúto Faquirá surge na primeira linha. O excelente profissionalismo que o técnico tem demonstrado no Est. Amadora tem, também, despertado o interesse no Braga e no Belenenses.

Para concluir as notícias rápidas passamos agora para o português Miguel. O lateral está na mira do Manchester United, que perdeu a corrida de Bosingwa para o Chelsea, e o clube inglês está na disposição de oferecer 15 milhões de euros.

Etiquetas: , , ,

Pedro Magalhães & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 19:46 | # este post | # Comentários de mestre (0)
FC Porto com Champions em risco

Com o caso «Apito Final» o FC Porto pode ter a Liga dos Campeões em risco devido aos regulamentos. Benfica espreita um lugar na pré-eliminatória.

O FC Porto, condenado na perda de seis pontos na presente época, por decisão da Comissão Disciplinar da Liga, por tentativa de corrupção no âmbito do processo Apito Final, decidiu não recorrer da sanção aplicada, tendo o prazo de recurso terminado ontem. Assim, perante o trânsito em julgado da sentença da Liga, os dragões, diz Cunha Leal, «podem caber na alínea D do ponto 1.04 do Regulamento da Liga dos Campeões».

A alínea D do ponto 1.04 do Regulamento Disciplinar da UEFA foi criada em Janeiro de 2007, na sequência do calciocaos, quando o AC Milan, por não haver legislação que o impedisse, pôde participar nas competições europeias apesar de ter sido punido disciplinarmente em Itália com perda de pontos.

Se isto se sucedesse, o V. Guimarães entraria directamente na Champions, o Benfica jogaria a terceira pré-eliminatória, o Sp. Braga iria à Taça UEFA e o Belenenses poderia suscitar a questão da Taça Intertoto – estão na disposição de procurar clarificação sobre esta matéria junto da Federação Portuguesa de Futebol, que deverá de seguida, de acordo com os regulamentos, pedir um parecer à UEFA.

Etiquetas:

Pedro Magalhães & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 17:55 | # este post | # Comentários de mestre (0)
Futebol Jovem - "Uma forma moderna de escravatura”
Pois é, o Euro’2008 está quase a começar, já temos os jogadores escolhidos! Começamos a sentir aquele nervosismo destas alturas, a ansiedade de jogadores, técnicos e adeptos. Ainda agora acabou o campeonato e todas as conversas, discussões debates, em que todos participamos um pouco, já está aí outra competição para prender a atenção. Não será assim o futebol “uma forma moderna de escravatura” como diz o sociólogo francês Jerôme Segal?

Mas não podemos olhar apenas para esta escravatura dos adeptos e das suas emoções. Sendo este espaço dedicado ao futebol Jovem, parece-me importante fazer uma ligação com esta realidade. Na conferência de imprensa de segunda-feira, onde se deu a conhecer os seleccionados, Gilberto Madaíl referiu que tinha de se investir na formação, chegou até a falar em 2 milhões de euros, para combater o crescimento do número de estrangeiros nas camadas jovens. É neste ponto que quero falar de uma nova forma de escravatura.

Se olharmos com atenção para os estrangeiros no futebol de formação no nosso país, vemos que a maioria provém de África e América do Sul, zonas onde há menos recursos, sejam eles materiais, físicos e sobretudo financeiros. Assim, as agentes/empresários visitam as famílias, prometem contratos na Europa, convencem-nas, muitas vezes, a endividar-se para comprar o bilhete de avião à procura de um sonho. Quantos conseguiram vingar no futebol sénior? E depois o que acontece? Por cada craque que aparece dessas regiões “há dezenas de milhares de jovens na miséria”.

Esta necessidade de se segurar este sonho Europeu leva a que alguns desses jovens utilizem todas as formas possíveis para o conseguir, seja alterar documentação para serem mais novos, utilizarem doping, etc.

Acho que o futebol necessita de ser repensado, ainda mais quando falamos de jovens e do futebol de formação, fiquei satisfeito com o anúncio de Gilberto Madaíl, também em Inglaterra vão apostar forte, finalmente perceberam que não chega ter a melhor liga do Mundo se nela só estão atletas estrangeiros.
.
Até para a semana!
Ricardo Damas

Etiquetas: ,

Ricardo Damas & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 13:51 | # este post | # Comentários de mestre (0)
terça-feira, 13 de maio de 2008
Balanço do campeonato por Pedro Magalhães

Os Mestres do Futebol decidiram compor uma pequena análise sobre a classificação final da edição 2007/2008 da Bwin Liga, tal como no ano de 2007 aquando da estreia do blogue.

Mais uma vez o FC Porto foi campeão. Esta época foi uma equipa mais dominadora. Podemos observar, através da tabela classificativa, que conseguiu uma margem de 14 pontos em relação ao segundo classificado. E, não fosse o Apito Final, a equipa do Porto tinha ainda mais pontos de avanço. Vemos também que foi, de uma maneira clara, o melhor ataque e a melhor defesa do campeonato.

Com um domínio tão avassalador, pouco mais se pedia aos restantes ‘’grandes’’, que uma luta pelo lugar dois da classificação. Neste prisma, entra uma nova equipa. Acabado de chegar da Liga de Honra, o V. Guimarães impingiu o seu pragmático futebol. Com um bom plantel e um treinador no auge, os «vimaranenses» mostraram-se como uma das grandes surpresas deste campeonato. Sereno, Geromel, Flávio Meireles, Ghilas e Desmarets revelaram-se os melhores nesta equipa…

Juntamente com a equipa do berço na briga, os rivais de Lisboa não tiveram tarefa fácil. Mas neste ângulo, o Sporting, ao invés do Benfica, fez uma boa época, vendo em conta o seu orçamento. A maioria dos reforços veio por empréstimo ou por custo zero. Á equipa pedia-se, minimamente, o terceiro lugar. Adequava-se bem aos custos do clube. E, embora a certa altura o quinto posto fosse já uma realidade, Paulo Bento contou com a sorte e com o rejuvenescido Yannick Djaló, que deu bastantes pontos aos «leões». Segundo melhor ataque e segunda melhor defesa. Merece os parabéns. Considero Yannick, Pereirinha, Grimi e Vukcevic os grandes assombros desta temporada leonina.

A grande desilusão da época: Benfica. Investiu 25 milhões de euros em contratações e acabou em quarto lugar, sem qualquer título conquistado. A péssima gestão de Luís Filipe Vieira notou-se logo, quando demitiu Fernando Santos á primeira jornada. A inconstância da transferência de Simão foi outro factor que condicionou o balneário. Ao fim é fácil falar, mas achei péssimo o timing da saída de Camacho. O adjunto Chalana não podia dar conta do recado, e o resultado está á vista: Camacho deixou o Benfica em segundo e com hipóteses de alcançar a final da Taça enquanto Chalana deixou os «encarnados» em pleno quarto posto e a Taça, essa, ficou-se pelas meias.


Descendo pela tabela, encontra-se a sempre expectante luta pela Taça Uefa. Pelo orçamento, esperava-se que o Braga atingisse, de novo, o 4º/5º lugar. Tal não aconteceu e aqui chegam as agradáveis surpresas. Salta logo á vista o V. Setúbal. Carlos Carvalhal é, sem dúvida alguma, perito a trabalhar com baixos custos e conseguiu montar uma grande equipa com pouco dinheiro. Elias, Robson, Ricardo Chaves são jogadores baratos e as incontornáveis figuras da época, Pitbull e Eduardo, são emprestados. Com uma equipa ‘’baratinha’’ o Setúbal partiu para uma época simplesmente soberba e o seu futebol foi, a par do FC Porto, o melhor da liga.
Temos depois o Marítimo, que sempre nos habitou a excelentes épocas. Lazaroni foi o mentor, e apesar de uma conturbada fase, os «verde-rubros» fizeram uma boa época, alcançando um fantástico quinto posto.

O desafio da UEFA era também para o Belenenses. Com as peça-chave da temporada transacta, Jorge Jesus garantiu o oitavo posto e só o «Caso Meyong» impediu a «cruz de Cristo» sonhar mais alto.

Passo agora para a luta pela permanência. Aqui percebeu-se desde cedo que a U. Leiria não ia longe. O bom ataque não foi capaz de suster a péssima defesa da equipa da cidade do liz.
Depois estavam envolvidas cinco equipas: Paços de Ferreira, Leixões, Est. Amadora, Académica e Naval.

A Académica foi feliz na contratação de Domingos Paciência. O «mister estudante» teve realmente uma grande Paciência para lidar com os seus jogadores que, desde cedo, revelaram falta de cooperação. Quando a equipa se tornou mesmo uma equipa, começaram a chegar os bons resultados.
Ao Leixões pedia-se mais. Uma boa massa associativa e uma direcção com responsabilidade financeira deviam ser suficientes para os homens de Matosinhos sonharem com mais.

Ao segundo despromovido, Paços de Ferreira, não se esperava muito mais. O baixo orçamento notou-se, e de que maneira, e os «castores» com um mau plantel fizeram uma razoável campanha, tendo em vista que lutaram até á última jornada pela permanência. O Apito Final ainda os pode manter no escalão principal do futebol português e sinceramente, assim o espero…

Etiquetas: ,

Pedro Magalhães & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 21:10 | # este post | # Comentários de mestre (1)
segunda-feira, 12 de maio de 2008
Os 23 de Portugal
Luiz Filipe Scolari anunciou esta noite os 23 nomes que irão representar Portugal no Campeonato da Europa a realizar no próximo mês de Junho na Áustria e Suíça. A concentração está agendada para o próximo Domingo, até às 22h, no Hotel Montebelo em Viseu, onde a equipa fará um mini-estágio antes da partida para a Suíça.

Lista de convocados:

Guarda Redes:
Ricardo (Bétis de Sevilla)
Quim (Benfica)
Rui Patrício (Sporting)

Defesas:
Bosingwa (FC Porto)
Bruno Alves (FC Porto)
Ricardo Carvalho (Chelsea)
Paulo Ferreira (Chelsea)
Pepe (Real Madrid)
Miguel (Valencia)
Fernando Meira (Estugarda)
Jorge Ribeiro (Boavista)

Médios:
Raúl Meireles (FC Porto)
Miguel Veloso (Sporting)
João Moutinho (Sporting)
Petit (Benfica)
Deco (Barcelona)
Nani (Man. United)

Avançados:
Quaresma (FC Porto)
Nuno Gomes (Benfica)
Simão (Atlético)
Hugo Almeida (Werder Bremen)
Hélder Postiga (Panathinaikos)
Cristiano Ronaldo(Man. United)

Os jogadores convocados concentrar-se-ão no Hotel Montebelo em Viseu até às 22 horas do próximo Domingo, sendo que os jogadores do Sporting e FC Porto que participam na Final da Taça nesse mesmo dia, terão até Segunda Feira para fazerem a sua apresentação.

A equipa ficará concentrada em Viseu, num mini-estágio, que se prolonga até dia 31 de Maio, dia em que joga no Estádio do Fontelo frente à Geórgia. No dia 1 de Junho, depois de uma noite e manhã de folga, a equipa volta a juntar-se e parte para a Suíça ficando instalada no Beau-Rivage Hotel em Neuchâtel.

Recorde-se que Portugal está incluído no Grupo A, com a companhia da Suíça, Rep. Checa e Turquia, iniciando a Selecção Nacional a sua participação no certame frente à sua congénere turca, no dia 07 de Junho, no Estádio de Genebra.

Etiquetas: ,

Diogo Sousa & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 20:10 | # este post | # Comentários de mestre (0)
Golo da semana
O golo da semana tem a autoria de Andrezinho do Vitoria de Guimarãers que fez um cruzamento remate, a bola traiu Pedro Alves e acbou por fazer um grande golo um pouco sem intenção disso.
Nota final para dizer que daqui a poucos dias será anunciado o golo do ano da Bwin liga.

Vejam o golo de Andrezinho

Etiquetas:

Diogo Sousa & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 17:25 | # este post | # Comentários de mestre (2)
CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS: Competitividade e fluidez entre Superliga e Liga de Honra
Um campeonato que se quer competitivo vive acima de tudo das possibilidades e da atractividade dos seus intervenientes. Assim, quando temos grandes discrepâncias entre os seus participantes tendemos a ter um fosso demasiado alargado de competitividade que origina uma quebra de interesses.

Um dos factores que origina desequilíbrios é sem dúvida a questão financeira. Ora, a realidade em Portugal promove que esta questão seja empolada pelos direitos televisivos – a maior fonte de receitas dos clubes Portugueses, especialmente visível nos pequenos e médios clubes.

O País não tem população suficiente para manter os seus estádios cheios, ao contrário do que acontece com Inglaterra ou Alemanha, por exemplo, países com populações muito superiores às nossas. Assim tirando Porto, Benfica, Sporting e Guimarães, as assistências, regra geral, são muito insuficientes para garantir receitas atractivas. Resta a televisão.

Ora, os jogos televisionados são actualmente os da primeira liga. E com esta reduzida a dezasseis clubes, oito jogos por semana, cerca de seis são transmitidos na televisão. A liga de honra tem apenas direito a um jogo por semana. Por aqui se verifica que os clubes que militam no primeiro escalão têm uma situação actualmente privilegiadíssima em relação a direitos televisivos. Não admira, portanto, que a descida de divisão de um clube possa ser um prenúncio de morte desportiva. A subida de outro pode ser uma alegria imensa e um renascer de esperança.

Assim, no interesse de todos sobreviverem e não apenas uns quantos se eternizarem, e mais, promovendo a variedade e a competitividade, quer no fundo da tabela, quer no cimo da outra, era de todo o interesse uma maior fluidez entre Superliga e liga de Honra. A solução mais simples e viável seria o duplicar de vagas. Desciam quatro por ano e subiriam quatro. Uma dinâmica competitiva muito interessante. Uma luta de morte até final em ambas as ligas e resultados, talvez, surpreendentes na gestão futura dos clubes – os da liga de Honra por saberem que teriam mais hipóteses de passar mais tempo entre os grandes, aumentando as suas receitas, os outros por saberem que podem cair facilmente no abismo, mas também sabendo que caindo, têm mais hipóteses de tornar a subir em vez de ficarem logo “condenados” a uma penosa extinção.

Etiquetas: , ,

Musicologo & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 04:36 | # este post | # Comentários de mestre (0)
domingo, 11 de maio de 2008
PREMIER LEAGUE: Manchester United bicampeão!!





O Manchester United garantiu, pela segunda vez consecutiva, o título de Inglaterra. Cristiano Ronaldo marcou na vitória «red» frente ao Wigan por 2-0. Para acrescentar mais cor á festa, o Chelsea empatou com o Bolton.

Com o 31º golo na Premier League, Cristiano Ronaldo conseguiu o título de melhor marcador. O astro português inaugurou o marcador, abrindo o mote para a festa vermelha, e já no fecho do encontro, o veterano Ryan Giggs fez o segundo do jogo.

Em Londres, o Chelsea tinha a missão de vencer para tentar lutar pelo título inglês mas tal não se sucedou. Os «blues» até estiveram a vencer a partir do minuto 62', através de golo de Shevechenko, mas já nos segundos finais, Taylor cancelou as esperanças londrinas num possível título.

Em relação á despromoção, Reading e Birmigham juntam-se ao já há muito despromovido, Derby County. Também neste prisma, destaque para o fantástico trabalho de Roy Hodgson que, com um mau plantel, conseguiu manter o Fulham entre os grandes do futebol inglês.

Quanto a surpresas, o Aston Villa comanda, ao garantir o surpreendente sexto posto.

O campeonato, que no início parecia ser do Arsenal, revelou a superioridade do Manchester, tal como na temporada transacta, e os «red devils», embora com uma luta bastante renhida na recta final da liga com o Chelsea, mostraram mais uma vez, a todo o mundo, serem uma autêntica super-equipa.

Cristiano Ronaldo e companhia, aguardam agora o culminar da excelente temporada, com a final da Liga dos Campeões, precisamente contra o Chelsea...


No final, as contas ordenam-se desta maneira:


Resultados da 38ª Jornada:














Classificação final:



























Melhores Marcadores:


















Melhores Assistentes:

Etiquetas: ,

Pedro Magalhães & Mestres do Futebol 2009. Proibida a reprodução.
# 19:00 | # este post | # Comentários de mestre (0)

Copyright Mestres do Futebol. Todos os Direitos reservados.
Optimizado para Mozilla Firefox 3.5.2